Páginas

sábado, 12 de agosto de 2017

Os R$ 500 mil que a herdeira do Credit Suisse “doou” a Lula não são nada perto do que ela pode ter de volta se Brasil virar Venezuela por mrk

 https://ceticismopolitico.com

Os R$ 500 mil que a herdeira do Credit Suisse “doou” a Lula não são nada perto do que ela pode ter de volta se Brasil virar Venezuela

por mrk
Roberta Luchsinger, 32, herdeira da família fundadora do banco Credit Suisse, é daquela categoria de pessoas que não é boba nem nada. É dessas pessoas riquíssimas que visualiza o socialismo como um grande negócio. Alguém que pode entrar para o time de Marcelo Odebrecht, Joesley Batista e Léo Pinheiro no futuro.
Sua jogada é inovadora: ciente de que o financiamento empresarial de campanha foi proibido - por exigência do PT e demais partidos da extrema esquerda - ela fez uma "doação" ao ex-presidente Lula no valor de cerca de R$ 500 mil em dinheiro, joias e objetos de valor.
"Com o bloqueio dos bens de Lula, Moro tenta inviabilizá-lo tanto na política quanto pessoalmente. Vou fazer uma doação para que o presidente possa usar conforme as necessidades dele", diz Roberta.
Pessoas como Roberta são típicas do socialismo. Elas dão aos líderes socialistas aquilo que no futuro acaba virando empréstimo aos projetos bolivarianos.
Lula promete censurar a mídia e transformar o Brasil numa Venezuela se voltar ao poder. A vida do povo brasileiro será um inferno. Mas "doadores" como Roberta Luchsinger podem ter até retornos de R$ 500 mil por dia num país destruído desse jeito, pois os amigos do rei sempre se dão bem.
mrk | 12 de agosto de 2017 às 17:32 | Tags: bolivarianismoextrema esquerdaluis inácio lula da silvaRoberta Luchsingersocialismovenezuela | Categorias: Notas | URL: http://wp.me/pUgsw-mLj

Nenhum comentário:

Postar um comentário